INFORMAÇÕES OFICIAIS ATUALIZADAS NO DIA 24/11/2020

No dia 24/11 a Eslovênia tem 1.302 novos casos, 20.337 casos activos e 1.299 pessoas hospitalizadas. Desde o começo da pandemia, a Eslovênia tem um total de 67.080 casos, com 45.587 pessoas curadas.
—————————————————————————————————————————————————-

No dia 13 de novembro, o governo esloveno adotou novas medidas restritivas, incluindo a interrupção do transporte público e a proibição de qualquer reunião de pessoas que não sejam membros da mesma família. Todas as lojas que não vendem produtos básicos também estão fechadas. Também é proibido sair do apartamento/casa à noite e sair dos municípios de origem. Transporte de táxi está disponível.
Os hotéis geralmente estão fechados. Os restaurantes e bares estão fechados, mas a entrega de comida está habilitada.

Há um toque de recolher das 21:00 h às 6:00 h.
As máscaras são necessárias o tempo todo, inclusive ao ar livre.
Em público, mantenha uma distância segura (2 metros) de outras pessoas.

—————————————————————————————————————————————————

Por decisão do Governo Esloveno e do Instituto Nacional de Saúde Pública, certas restrições foram introduzidas para a passagem da fronteira eslovena, que dependem do país de onde você está chegando para a Eslovênia. A Eslovênia mantém um sistema codificado por cores de restrições de entrada/quarentena.

Os países epidemiologicamente seguros estão incluídos na lista verde. Pessoas com residência em um país que foi adicionado à lista verde, ou pessoas chegando desses países, podem entrar na Eslovênia sem restrições ou quarentena. Será também considerado que uma pessoa chega de um país da lista verde se tiver permanecido nesse país continuamente 14 dias antes de entrar na Eslovênia, o que pode ser comprovado com um certificado adequado. No momento (24/11/2020), os países incluídos na lista verde são: Austrália, Japão, Coreia do Sul, Nova Zelândia, Ruanda, Cingapura, Tailândia, Uruguai.

Países com situação epidemiológica instável são incluídos na lista vermelha. As pessoas que entram na Eslovênia e residem num país inscrito na lista vermelha, ou pessoas que chegam desses países, devem permanecer em quarentena por um período de dez dias. No momento, a lista vermelha inclui todos os países membros da UE, incluindo os países vizinhos da Eslovênia – Croácia, Itália, Áustria, Hungria. O Brasil também está na lista vermelha* (leia até o final).

Pessoas que não são residentes da Eslovênia e são obrigadas a quarentena, precisam indicar o endereço onde realmente ficarão. Quaisquer custos relacionados à quarentena serão cobertos pelas próprias pessoas em quarentena. Cidadãos estrangeiros que não são residentes na Eslovênia e não podem fornecer um endereço onde ficariam em quarentena não têm permissão para entrar no país se as capacidades adequadas de acomodação de quarentena não puderem ser garantidas.

No entanto, a quarentena não vai será obrigatória se uma pessoa, ao cruzar a fronteira, apresentar um teste negativo para SARS-CoV-2, feito em menos de 48 horas até a chegada à fronteira, que foi realizado em um estado membro da UE ou da Zona Schengen, ou numa instituição reconhecida pelo Instituto de Microbiologia e Imunologia e pelo Laboratório Nacional de Saúde, Ambiente e Alimentação. Os testes realizados pelas instituições mencionadas em países terceiros serão, portanto, reconhecidos.

Confira a lista das instituições brasileiras reconhecidas aqui.

Cadeiras do aeroporto vazias

Existem algumas exceções à resolução mencionada acima. As exceções sob as quais a quarentena não será obrigatória e sob as quais uma pessoa não é obrigada a apresentar um teste negativo ao entrar a Eslovênia de um país da lista vermelha incluem:

– trabalhadores transfronteiriços;

pessoas em trânsito** pela República da Eslovênia, deixando o país 12 horas após a entrada;

– portadores de passaporte diplomático;

– membros de uma delegação oficial estrangeira com um convite oficial;

– representantes de autoridades de segurança;

– pessoas, cruzando a fronteira devido à educação ou pesquisa científica;

– pessoas que cruzam a fronteira por questões pessoais urgentes e não postergáveis ou por motivos comerciais urgentes, que podem ser comprovados com um certificado adequado;

– pessoas com evidências de exames médicos planejados ou cirurgias;

– pessoas que possuem ou alugam terras na área de fronteira;

– pessoas que atravessam a fronteira por motivos familiares, a fim de manter contato com parentes próximos, e retornam 72 horas após a entrada.

**Pessoas em trânsito pela Eslovênia com objetivo de chegar a um outro país, podem entrar sem apresentar um teste negativo, mas têm de sair da Eslovênia no máximo 12 horas após a entrada. A viagem deve ser realizada sem paradas e saídas desnecessárias e redundantes da rota. Apenas as paradas necessárias são permitidas, ou seja, para reabastecimento ou descanso, mas não é permitido pernoitar. Ao cruzar a fronteira, as pessoas em trânsito devem mostrar um documento de viagem válido e um documento que comprove a finalidade e o objetivo do trânsito. A entrada na Eslovênia não será permitida a quem se preveja que não poderá sair do território da Eslovênia devido às medidas em vigor nos países vizinhos.

Segue a lista de passagens de fronteira destinadas a estrangeiros entrando ou saindo da Eslovênia.

Na fronteira com a Hungria:
Dolga vas
Pince (autostrada)

Na fronteira com a Áustria:
Karavanke
Ljubelj (Loibl Pass)
Šentilj (autostrada)
Šentilj (ferrovia)

Na fronteira com a Itália:
Vrtojba
Fernetiči
Škofije
Krvavi Potok

Na fronteira com a Croácia:
Todas as passagens estão abertas.

Para mais informação confira o link oficial.

Coronavírus Eslovênia was last modified: novembro 24th, 2020 by Anja Manojlovic

Pin It on Pinterest