Dubrovnik - A cidade murada mais incrível que você irá visitar

A cidade de Dubrovnik é uma das preferidas por aqueles que viajam a Croácia. E há muita razão pra isso! Não é em todo lugar que encontramos uma cidade medieval tão bem preservada, com as muralhas praticamente intactas. Além de Dubrovnik respirar história, a cidade ainda é banhada pelo belíssimo Mar Adriático. Ou seja, a união perfeita de muita história com belezas naturais e, de quebra, praias acessíveis e comida deliciosa.

Dubrovnik o que fazer

Dubrovnik é considerada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO devido as super bem preservadas Muralhas da cidade.

Dubrovnik praias

A cidade é cheia de história, mas também tem praias super acessíveis pra quem quer curtir o verão aproveitar para nadar no Mar Adriático

Dubrovnik dicas

Não deixe de aproveitar o que a cidade tem de mais autêntico. Restaurantes, cafés, bares e lojas locais são sempre a melhor pedida.

Dubrovnik passeios

A cidade tem uma super infra estrutura e é um ótimo ponto pra quem deseja fazer passeios de um dia pela região.

Dubrovnik pontos de interesse

A Pérola do Adriático está localizada na costa da Dalmácia, no litoral da Croácia. O principal da cidade é a cidade medieval, cidade murada ou King’s Landing, que fica bem a beira do mar Adriático. As muralhas datam do século XVI e estão entre as mais bem preservadas do mundo. A entrada na cidade murada é gratuita e a melhor forma de visitar é, com certeza, se perder por ela.

Há dois portões principais na cidade: Pile e Ploče. Entrando por Pile você vai estar no início do Stradun, o “calçadão” da cidade. A esquerda está a Igreja Franciscana com a torre do sino e o Mosteiro, que pertencem a um complexo formado por um mosteiro, uma igreja, uma biblioteca e uma farmácia. A biblioteca do mosteiro franciscano possui 30.000 volumes e 1.500 valiosos documentos manuscritos.

A Farmácia, inclusive, é a mais antiga da Europa, ainda em atividade. Nessa farmácia há remédios comuns, mas há também produtos com receitas milenares, feitos pelos monges. É comum encontrar grandes filas de turistas – principalmente asiáticas – comprando os milagrosos cremes para rugas, celulite, rosto e corpo. Se funciona eu não sei, mas não custa tentar, não é?

Ambas as extremidades do Stradun possuem fontes do século XV, mas a mais famosa é a Fonte Onofrio. Por ali, durante o verão, todo mundo enche as garrafinhas d’água com água potável e aproveita para curtir uma sombra.

Continuando pelo Stradun você vai perceber uma arquitetura similar e bem característica durante toda a sua extensão. Isso porque todas as casas do século XVII que compõem o Stradun possuem o mesmo padrão de construção. O nível do térreo sempre abrigava uma loja com uma entrada para a rua com uma porta e uma janela e uma sala de armazenamento na parte de trás com uma entrada pelo beco separada. O primeiro andar era reservado para a sala de estar e o segundo andar abrigava os quartos. A cozinha estava geralmente acima do segundo andar, para evitar incêndios.

Hoje no Stradun você ainda vai encontrar em sua maioria, lojas na parte terrestre. Lojas de souvenirs, padarias, docerias, restaurantes e produtos locais. Mas a maioria dos moradores hoje já deixou o local devido ao número de turistas que visitam a cidade. Não é muito fácil ter uma vida comum quando se está cercado de turistas por todos os lados, todos os dias. Então, a maioria dos moradores hoje aluga as suas casas.

Isso é bacana se você estiver procurando se hospedar dentro da cidade murada e não se incomodar com alugar apartamentos ou quartos. Dentro da cidade medieval são pouquíssimos os hoteis devido a restrição de espaço. Mas é possível encontrar alguns, principalmente hoteis boutique. Um dos mais conhecidos é o Boutique Hotel Stari Grad 4*. Um outro local bem bacana dentro das muralhas é o Dominus Little Palace, um antigo palácio que foi restaurado e hoje serve como acomodação. Mas eu já vou te avisar, se você quiser se hospedar dentro das muralhas, prepare o bolso!

Na outra extremidade do Stradun está o Palácio do Reitor (Rector’s Palace) uma estrutura gótico-renascentista que abriga um museu, e a Igreja de São Brás. A igreja foi construída no século XVIII em homenagem ao patrono da cidade.

O campanário ou torre sineira, do outro lado do Stradun, tem 31 metros de altura e foi construído em 1444. A construção é um dos símbolos do estado livre de Dubrovnik, antiga Ragusa. O campanário foi construído pelos arquitetos locais Grubačević, Utišenović e Radončić.

Uma das cúpulas mais fotografadas da cidade é da Catedral da Assunção, a sede da diocese de Dubrovnik. A catedral guarda, até hoje, relíquias de São Brás.

Muralhas de Dubrovnik

Além de se perder por dentro da cidade murada, um passeio imperdível é subir nas muralhas. Paga-se 150 kunas (+/- R$ 80,00) para entrar, mas vale cada centavo. É das muralhas que você vai conseguir ter a vista mais inesquecível da cidade. O percurso completo das muralhas são 1.940 metros e você pode visitá-las por completo. O trecho todo dura cerca de 2 horas, sempre a pé, claro. Mas pra quem não conseguir completar todo o comprimento das muralhas, também é possível descer na metade.

A muralha principal tem de 4 a 6 metros de espessura, e a parte mais estreita, do lado do mar, tem de 1,5 a 3 metros de espessura. A altura das muralhas chega a atingir até 25 metros em alguns pontos. A muralha do lado da terra é ainda protegida por uma parede escarpada adicional como uma forma de defesa contra artilharia. A extremidade ocidental da cidade também é protegida do perigo do mar e da terra pela Fortaleza Lovrijenac. Mais informações e história aqui.

Dubrovnik Cable Car / Dubrovnik Bondinho

Além do passeio pelas muralhas, outro passeio que vale a pena é o do bondinho. Lá em cima você vai ter uma das vistas mais bonitas da cidade murada. Eu recomendo que você primeiro explore a cidade medieval e, depois, suba. Eu acho mais bacana você subir e conseguir reconhecer lá de cima os lugares que já visitou. É como olhar pra uma maquete em tamanho real. O preço é de 140kn (+/- R$ 76,00) ida e volta ou 85kn (+/- R$ 46,00) só um sentido. Se você estiver com pique vale fazer a subida de bondinho e a descida você pode fazer a pé. Afinal, na descida todo santo ajuda, não é? Mais informações aqui. 

Dubrovnik Game of Thrones (Guerra dos Tronos)

A cidade de Dubrovnik ficou internacionalmente conhecida como King’s Landing (Terra do Rei), devido a famosa série Game of Thrones (GOT), exibida pela HBO. Dubrovnik foi usada como uma das principais locações para a série que transporta a trama de George R. R.Martin para as telinhas. Quem visitar a cidade murada terá a oportunidade de conhecer as locações reais que foram utilizadas nas gravações e, de quebra, ainda reproduzir algumas cenas.

Além da cidade murada, o Forte Lovrijenac, a ilha de Lokrum e o Arvoredo de Trsteno também foram usados para filmagens. Além de Dubrovnik, a série ainda foi gravada no Palácio de Diocleciano, na cidade de Split; na Fortaleza de Kliss, próxima a Split; e na cidade antiga que Šibenik.

Se você é um super fã da série pode fazer um city tour especial de Game of Thrones, focado nas curiosidades, locações e histórias da série.

Dubrovnik Star Wars

Nos últimos anos Dubrovnik tem sido o cenário principal de diversas gravações de filmes, séries e programas de televisão. Além de Game of Thrones, a cidade recebeu também em 2017 a equipe de Star Wars (Guerra nas Estrelas). Star Wars Episódio VIII foi gravado em março na cidade medieval, usando como plano de fundo das galáxias o Stradun, Porto Antigo, Palácio do Reitor, as muralhas e a praia Banj.

Além de Game of Thrones e Star Wars, a cidade medieval também é palco da recente série Knightfall e do novo Robin Hood.

Dubrovnik turismo

Apesar de ser uma cidade super turística, Dubrovnik não aceita euros ou dólares, é necessário ter a moeda local KUNA, para conseguir comprar qualquer coisa na cidade. Os restaurantes e lojas podem até aceitar cartões internacionais, mas se for dinheiro vivo, é melhor se precaver e trocar pela moeda nacional.

Dubrovnik party

Dubrovnik tem algumas opções de festas, baladas e barzinhos. Durante o verão, o Stradun fervilha com música ao vivo, shows e apresentações. Depois do pôr do sol, os visitantes vão começando a chegar na cidade murada para jantar e os promoters das baladas e festas do dia vão abordando os turistas oferecendo a programação do dia. Escolha a sua e se jogue!

Dubrovnik Dicas

  • Se você estiver com a grande curta e tiver que escolher entre o passeio das muralhas e o passeio do Cable Car, eu recomendo, com certeza, as muralhas.
  • Evite a todo custo fazer o passeio das muralhas próximo ao meio-dia, principalmente se for Junho, Julho e Agosto. O calor será intenso e as subidas e escadarias vão fazer você sofrer. Se possível leve com você água. Se não, há alguns pontos de venda nas muralhas, mas o preço será beeem salgado.
  • Se ligue! O ticket que dá entrada para as muralhas, também dá acesso ao Forte Lovrijenac
  • Dubrovnik é uma das cidades mais caras da Croácia. Por isso, se você for passar por outras cidades do país, antes de chegara a Pérola do Adriático, eu super recomendo que você troque a maior parte do dinheiro que pretende gastar antes. A lógica é muito simples: quanto mais ao sul do país, mais caro fica trocar o dinheiro. Por isso, se a sua viagem começar por Zagreb, já troque a maior parte do dinheiro nas diversas casas de câmbio da capital e, apenas se faltar um pouquinho, troque no litoral. Acredite: essa dica vale ouro!
  • Eu super recomendo que você não faça o trecho: Dubrovnik – Zagreb ou Zagreb – Dubrovnik de carro, de uma vez. Pode parecer possível no Google Maps, e é, mas também é muito, muito cansativo. A estrada é extremamente monótona, deixando o motorista cansado e com sono. Além disso, se for verão ou alta temporada no país, as estradas estarão cheias e levará ainda mais do que as 7 horas normais. Em vez de se arriscar nessa aventura perigosa e desconfortável, pare em algumas das cidades ao longo do caminho. Split, Sibenik, Trogir, Zadar e Mostar são algumas das opções.

Dubrovnik tempo

As temperaturas em Dubrovnik variam conforme as estações do ano, como em toda a Croácia. Por estar na costa do país Dubrovnik é, durante o ano todo, uma cidade bem úmida. Outro fator que afeta drasticamente as temperaturas na cidade são os ventos, principalmente a Bura e o Jugo (iugo). Já explicamos sobre esses famosos ventos croatas nesse post aqui. Mas basicamente a Bura é um vento gélido que faz as temperaturas caírem bastante e o Jugo, é um vento quente e úmido.

Durante o verão as temperaturas máximas na cidade chegam até 28 °C, mas vale lembrar que você estará cercado por grossas paredes medievais! As noites são mais frescas, chegando a 23°C.

Durante a primavera e outono, as estações de transição as temperaturas são mais agradáveis e não tão extremas. Geralmente entre 20°C e 28°C. O inverno não é tão rigoroso como no resto do país e é extremamente raro nevar. As temperaturas mais baixas durante o período do ano novo costumam ser de 10°C.   

Dubrovnik onde ficar

Por ser um dos principais pontos turísticos do país, Dubrovnik tem diversas opções de acomodação. Desde apartamentos e quartos que podem ser alugados em sites como o Airbnb e Booking.com; até hoteis de rede, hoteis boutique, villas e resorts.

Dentro das Muralhas
Encontrar acomodação dentro das muralhas é o mais complicado, principalmente se você estiver buscando hoteis. Devido ao espaço restrito e ao altíssimo preço, são pouquíssimos os hoteis dentro da cidade medieval. A maioria das opções são, realmente, de apartamentos e quartos.

Como já mencionado no texto, o Boutique Hotel Stari Grad 4* é um dos poucos hoteis dentro da cidade fortificada. Ele é um 4*, com poucos quartos, então vale reservar com antecedência, mas prepare o bolso. Ainda dentro das muralhas há também o Dominus Little Palace, um antigo palácio super bem decorado e num padrão mais luxuoso. E o The Pucic Palace 5*, também super luxuoso, com diversas opções de quarto e suítes.

Opções mais em conta, dentro das muralhas também existem, mas exigem mais esforço na hora da pesquisa e bastante antecedência.

Perto das Muralhas
Os hoteis mais próximos a cidade murada são apenas os 5*. O hotel Hilton Imperial Dubrovnik, 5*, é o mais próximo do portão de Pile, a menos de 5 minutos a pé. O Hotel Excelsior 5* fica há aproximadamente 9 minutos a pé do portão Ploče, também super bem localizado. O Hotel Grand Villa Argentina 5*, fica a aproximadamente 10 minutos a pé do portão Ploče.

Fora das Muralhas
A maioria dos hoteis na cidade de Dubrovnik ficam mais distantes da cidade murada, mas são sempre acessíveis com transporte público ou táxi. Alguns que vale a pena checar a disponibilidade e preço são: Hotel Vis 3*, Hotel Lero 4*, Hotel Kompas 4*, Hotel Lapad 4*, Hotel Neptun Dubrovnik 4*, Hotel Rixos Libertas 5*, Hotel Bellevue 5*.

Dubrovnik Praia

 Além de aproveitar a maravilhosa cidade murada de Dubrovnik, você pode também curtir um belo descanso a beira mar.

Algumas das praias mais conhecidas em Dubrovnik são: Praia Banje, Sv. Jakov Beach, as praias da Baía de Lapad (Vis, Adriático …) e a Praia de Copacabana (sim, isso mesmo, eles são tão fãs das praias brasileiras que inventaram a sua própria “Copacabana”!). A boa notícia é que não importa qual praia você escolher, sempre haverá o mar azul cristalino e uma atmosfera mediterrânea, exatamente como você sonhou.

Banje Beach, popularmente conhecida como a “praia da cidade”, é a mais próxima da cidade medieval. Por isso, o acesso é super fácil, mas, por outro lado, também é a praia mais concorrida e cheia, durante o verão. A praia tem uma ótima infraestrutura, é possível alugar cadeiras e guarda-sóis. Saindo do Portão Ploče, da cidade murada, você chega a praia de Banje com uma curta caminhada de menos de 10 minutos.

Sv. Jakov Beach fica um pouco mais longe do que Banje Beach. Para chegar até esta praia vá em direção a Banje Beach e depois, continue andando por cerca de 20 minutos.

Agora, se você está buscando um passeio com um pouco mais de aventura, e não se incomoda em ir mais longe, Dubrovnik também tem essa opção. Há diversas outras praias ao redor da cidade, com bem menos turistas. Uma ideia bacana é visitar alguma das diversas ilhas mais próximas, como Lokrum, Sipan ou Lopud. Você chega até elas com um rápido passeio de barco, que sai do porto da cidade medieval. Outra opção é uma caminhada de aproximadamente 15 minutos na direção oposta a Praia Banje – saindo do Portão Pile. Nessa direção você também vai encontrar muitas algumas baías perfeitas para um banho de mar.

Não importa qual praia você escolher, você sempre encontrará um mar de tirar o fôlego e super limpo. Inclusive, o mar de Dubrovnik foi classificado como “excelente” pelos reguladores ambientais Europeus.

Dica Marzito: Se você não é fã de água fria, não se preocupe! A Riviera de Dubrovnik está entre as águas mais quentes da Croácia, com temperaturas médias de 25,5 °C em agosto!

Dubrovnik Aeroporto

O aeroporto internacional de Dubrovnik fica a aproximadamente 20km (+/- 30 minutos) do centro da cidade, perto de Čilipi. Os ônibus conectam o aeroporto com a antiga estação de ônibus principal, em Gruž.

Dubrovnik Porto

O porto mais conhecido de Dubrovnik é Gruž. É ali que a maioria dos cruzeiros que param na cidade atracam. Gruž fica a aproximadamente 10 minutos de carro da cidade medieval. Ou seja, pra quem chega na cidade de navio e tem apenas algumas horas pra curtir a cidade, vale a pena agendar um transfer privativo para não perder tempo. Mas, claro, se você preferir é possível encontrar algumas opções de táxi na saída do porto. Apenas lembre-se que milhares de pessoas estarão desembarcando ao mesmo tempo, então, é possível que você tenha que esperar até conseguir um táxi.

Dubrovnik transporte

O transporte público dentro de Dubrovnik é super prático e seguro. A cidade possui uma rede de ônibus locais que conecta todos os bairros com corridas de manhã até a meia-noite. Além dos ônibus há também opções de táxi e transfers privativos.

Com relação a chegada em Dubrovnik, um ponto negativo é que é impossível chegar a cidade de trem. Nesse caso o acesso é possível pelo mar, por ferry/balsas e catamaran, ônibus ou carro e transfer privativo. Como a área ao redor da cidade é desconectada do resto do território croata, é preciso sair do país por um pequeno trecho, entrar em Neum na Bósnia e Herzegovina, sair e então, entrar novamente na Croácia e continuar a Dubrovnik.

É por isso que eu super recomendo que você, se decidir viajar pela Croácia e região de carro por conta, alugue um GPS. Dirigir na Croácia é super seguro e as estradas são ótimas. Mas como os países tem fronteiras, às vezes imperceptíveis, se perder e sair da rota também é muito fácil.

Dubrovnik passeios

Dubrovnik tem uma localização privilegiada então é possível fazer diversos passeios de um dia pela região.

Dubrovnik – Baía de Kotor – Dubrovnik. Aproveite a viagem para conhecer mais um país da região do Mar Adriático, Montenegro! Vale super a pena e é possível fazer um bate e volta no mesmo dia.

Dubrovnik – Mostar – Dubrovnik. Além de Montenegro você também pode visitar a Bósnia Herzegovina em um passeio de um dia. Em Mostar você vai conhecer a ponte mais icônica desse país tão rico em história. Aproveite para aprender mais sobre uma cultura diferente e experimentar as delícias da culinária Bósnia!

Dubrovnik – Ilha de Korcula – Dubrovnik. Não é só de muralhas que vive a Pérola do Adriático. Você também pode aproveitar o seu tempo na cidade para ir até a ilha de Korcula, onde teria nascido Marco Polo.

Dubrovnik – Ilha de Lokrum – Dubrovnik. Mais um destino bacana para amantes da natureza. A ilha de Lokrum é uma reserva ambiental a poucos minutos de barco de Dubrovnik, com diversas trilhas e opções de passeios.

Dubrovnik – vinícolas – Dubrovnik. A região de Ragusa/ Dubrovnik é super famosa pelas vinícolas. Se estiver com tempo, não deixe de visitar uma delas e degustar alguns dos melhores vinhos nacionais.

Dubrovnik – Parque Nacional Mljet – Dubrovnik. A Croácia é conhecida por sua natureza deslumbrante. Se você estiver apenas na região de Dubrovnik e não puder visitar o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, ou o Parque Nacional Krka, aproveite a oportunidade para visitar o Parque Nacional Mljet.

Dubrovnik – Hvar. Esse não é um passeio de um dia, mas de catamaran é possível fazer o trecho Hvar – Dubrovnik ou Dubrovnik – Hvar. As empresas que fazem esse percurso são a Jadrolinja e a Krilo. As opções de horários são poucas, e mais comuns durante o verão

Dubrovnik Croácia was last modified: março 29th, 2018 by Marilia Oliveira

Pin It on Pinterest

Share This