Zagreb - Capital da Croácia

A cidade de um milhão de corações

Não há dúvida de que Zagreb sempre tenha sido uma cidade bonita, mas nos últimos anos a cidade começou a atrair cada vez mais visitantes, como se tivesse sido redescoberta. Pessoas de todo o mundo vêm visitar a capital da Croácia, que é, arquitetonicamente, uma cidade típica da Europa Central. Mas a mentalidade de seu povo e o modo da vida são o que faz Zagreb um lugar tão encantador e convidativo! 

O clipart de livro

Por que visitar Zagreb?

Bem-vindos a Zagreb, a encantadora capital da Croácia!

Zagreb é uma antiga cidade europeia, localizada no cruzamento de estradas importantes entre a costa do Adriático e a Europa Central. Quando os croatas conquistaram a independência em 1991, Zagreb tornou-se a capital, o centro político e administrativo da República da Croácia. Com aproximadamente 800.000 habitantes, Zagreb também é a maior cidade croata.

Durante séculos, Zagreb posicionou-se como uma cidade repleta de cultura, com um comércio poderoso. A capital é o centro econômico, científico e universitário do país. Apesar do desenvolvimento rápido, a cidade manteve sua beleza distinta e o seu estilo de vida descontraído.

Zagreb desenvolveu-se a partir de duas cidades medievais situadas em duas colinas vizinhas. Essas são Kaptol e Gradec. O primeiro registro escrito de Zagreb data de 1094 e confirma o estabelecimento da diocese em Kaptol. A cidade vizinha, Gradec, foi proclamada cidade real livre em 1242. Ambas as cidades estavam cercadas por muralhas e torres fortificadas, resquícios desse período mantêm-se preservados até hoje. As duas cidades continuaram a desenvolver-se separadamente até 1850, quando foram finalmente unidas e batizadas como Zagreb. Hoje, Kaptol e Gradec representam bairros importantíssimos no centro histórico da cidade, que mudou muito pouco desde o século XIII.

No século XIX, após a unificação, a cidade começou a se expandir. Toda a área da Cidade Baixa foi construída durante este século. Com belos palácios e parques verdes, a área forma o que os croatas chamam de “ferradura verde”. O século XX trouxe riqueza e indústria. Isso fez a cidade crescer e se expandir, pela primeira vez, para o outro lado do rio Sava. A nova área recebeu o nome de Novi Zagreb (Zagreb Nova). Ao contrário do centro da cidade, a arquitetura moderna e urbanista é dominante nessa área.

séculos

cidades antigas

o Melhor Advento da Europa

Onde fica Zagreb?

Zagreb é a capital da Croácia, situada na parte central do país. Fica a algumas horas da costa da Dalmácia e da Ístria, e também de outras cidades europeias – Liubliana, na Eslovênia (2h), Belgrado, na Sérvia (4h), Veneza, na Itália (4h), Viena, na Áustria (4h), Budapeste, na Hungria (4h).

Imagem clipart de óculos

O que ver em Zagreb

Praça Ban Jelačić

A Praça Ban Jelačić é a praça principal de Zagreb, situada no coração da cidade. É onde Kaptol, Cidade Alta e Cidade Baixa se encontram. Até o século XVII, era um campo vazio sob os muros de Gradec e Kaptol. Na época, a área tornou-se a feira onde os habitantes das duas cidades se encontravam e faziam comércio. Os primeiros edifícios foram erguidos nos séculos XVII e XVIII, mas a maioria dos edifícios foi construída no século XIX, quando a praça foi nomeada pela primeira vez em homenagem à ban Jelačić.

Ban Josip Jelačić é uma das figuras mais importantes da história croata. Ele era conde, general e ban (governador) da Croácia nos tempos do Império Austro-Húngaro. O que lhe rendeu glória entre o povo croata é a abolição de feudalismo que ele proclamou, bem como sua luta para maior autonomia croata dentro do Império.

Em 1947, o governo jugoslavo mudou o nome da praça para Praça da República. Em 1990, no caminho para reclamar independência, os croatas retornaram o nome de ban Jelačić. Hoje, a estátua de ban Jelačić fica orgulhosamente no meio da praça, onde ocorrem todos os eventos importantes.

Vista panorâmica da praça central em Zagreb

Rua Ilica

A rua Ilica é uma das ruas mais longas e movimentadas de Zagreb. A rua estende-se aproximadamente por 6 km da Praça Ban Jelačić a oeste. Desde o seu fundamento, no final do século XVIII, a Ilica tem sido a rua principal de Zagreb.

A Ilica também é a principal rua comercial da cidade. Nela ficam todos os tipos de lojas de calçados e roupas, os melhores produtos locais, lojas de alimentos e bebidas, e muito mais. Desde marcas famosas (Zara, Mango, Calzedonia, Women’s Secret, Adidas, Nike, etc.), boutiques de estilistas locais e joalherias luxuosas, até padarias, docerias e restaurantes de fast food – na Ilica você encontrará tudo!

Rua Tkalčićeva

A rua Tkalčićeva é a rua mais atraente e, possivelmente, a mais famosa de Zagreb. Com muitos restaurantes, cafés, bares e lojas de artesanato locais, é uma das ruas mais movimentadas e vibrantes do centro da cidade. A rua é animada tanto a noite quanto durante o dia. Muitos moradores de Zagreb e turistas enchem os terraços dos bares, aproveitando a boa companhia, bebendo cerveja ou ouvindo música ao vivo.

A rua também tem uma história fascinante. Até o século XIX, um riacho fluía no local da atual rua Tkalčićeva, dividindo as duas cidades – Gradec e Kaptol. Nessa época havia muitas pontes sobre o riacho em que os residentes de ambas as cidades se encontravam para fins comerciais. Era também um lugar de frequentes conflitos entre os cidadãos. Uma das antigas pontes foi preservada na forma da rua que hoje liga as ruas Tkalčićeva e Radićeva. Essa recebeu o nome de Krvavi most (Ponte de Sangue) devido à batalha mais sangrenta que aconteceu por ali, quando ambos os lados sofreram perdas significativas. O riacho foi coberto de terra no século XIX, quando as cidades foram unidas. Naquela época, a rua Tkalčićeva tornou-se o distrito da luz vermelha, já que quase todas as casas da rua eram bordéis.

Vista aérea de rua estreita
Vista aérea das casas com telhados vermelhos

Catedral de Zagreb

A Catedral de Zagreb é um dos símbolos da cidade. A catedral é dedicada à Assunção da Virgem Maria e, desde o século XI, domina a praça de Kaptol. A primeira catedral foi incendiada no século XIII. A segunda, por outro lado, foi severamente danificada pelo terremoto em 1880. A aparência que a catedral tem hoje é resultado da restauração após o terremoto. Foi restaurada no estilo neogótico por Hermann Bollé, um famoso arquiteto alemão que morava em Zagreb na época. No século XVI, as paredes e torres em estilo renascentista foram construídas para proteger a catedral. As paredes ainda estão presentes hoje, exceto a parte frontal do sistema de fortificação que foi demolida durante a restauração do século XIX, para facilitar a entrada da igreja.

Hoje, a Catedral de Zagreb tem 77 metros de comprimento e 46 metros de largura. Com duas torres que atingem uma altura de 108 metros, é o edifício mais alto da Croácia! O interior da catedral contém várias “surpresas”. Há um relógio que ainda mostra a hora do terremoto de 1880. Um órgão, classificado entre os dez melhores órgãos do mundo e o túmulo do Beato Alojzije Stepinac. O tesouro da catedral, os belos altares e as estátuas são todos de mármore no estilo barroco.

A Catedral está aberta aos visitantes todos os dias das 10:00 às 17:00 (das 13:00 às 17:00 aos domingos). Os visitantes também são bem-vindos para assistir à missa todos os dias às 7:00, 8:00, 9:00 e 18:00.

Uma igreja alta com duas torres
Entrada da Catedral com arco quebrado e estatuas de marmore
Monumento de ouro da Virgem Maria

Cidade Alta

A antiga cidade de Gradec é o que hoje consideramos a Cidade Alta. A área da Cidade Alta mudou pouco desde o século XIII. A forma e a planta das ruas não mudaram. No entanto, o sistema de fortificação foi destruído devido ao desenvolvimento da cidade e seu crescimento. Durante os séculos XVII e XVIII, ocorreu a reconstrução barroca. Casas antigas de madeira foram demolidas, enquanto palácios luxuosos, mosteiros e igrejas tomaram o lugar delas. Hoje, a Cidade Alta é o centro político da cidade que abriga muitas instituições, museus e igrejas.

Porta de Pedra

Antigamente, havia quatro entradas para a cidade fortificada de Gradec. A única preservada é a entrada oriental, conhecida como Porta de Pedra. A Porta de Pedra não apenas conecta a Rua Radićeva e a Cidade Alta, mas também é o santuário mais bonito da cidade. A porta foi construída no século XIII e desde então tornou-se uma grande atração.

O santuário na passagem foi estabelecido no século XVIII. Em 31 de maio de 1731, um grande incêndio destruiu Gradec, queimando quase todas as casas. Naquela época, uma pintura da Virgem Maria era exibida na passagem. Milagrosamente, a imagem permaneceu intacta pelo fogo. Desde então, os cidadãos de Zagreb adotaram a Virgem Maria da Porta de Pedra como sua padroeira e o dia 31 de maio passou a ser comemorado como o Dia da Cidade.

Vista panorâmica da Cidade Alta

Praça de São Marcos

A Praça de São Marcos representa o coração da Cidade Alta. A praça abriga a igreja mais icônica da Croácia e algumas das instituições mais importantes do país.

A Igreja de São Marcos domina a praça em toda a sua glória. A parte mais antiga da igreja data do século XIII, mas a aparência neogótica de hoje é resultado de uma reforma posterior. A torre do sino, no entanto, foi restaurada em estilo neobarroco. O que faz a igreja ser a mais fotografada em Zagreb é o seu telhado colorido, único. As telhas vidradas, instaladas no século XIX, representam as cores tradicionais croatas – vermelho, branco e azul. As mesmas cores também estão presentes na bandeira croata. O design também inclui dois brasões. O da esquerda representa o Reino Triúno da Croácia, Eslavônia e Dalmácia, enquanto o da direita representa a cidade de Zagreb.

Outros edifícios notáveis na praça incluem o edifício do Governo da República da Croácia (à esquerda), o edifício do Parlamento Croata (à direita) e o edifício do Tribunal Constitucional (atrás da igreja).

Torre Lotrščak

Guardando antigamente a entrada sul de Gradec, a Torre Lotrščak é, junto com a Porta de Pedra, o que resta do sistema de fortificação medieval da Cidade Alta. Com seus quatro andares, a torre atinge uma altura de 30 metros. A torre tinha um sino no topo que tocava todas as noites antes de fechar os portões da cidade. O sino também alarmava os cidadãos em caso do assalto ou perigo na região. Hoje, no entanto, a torre abriga um pequeno canhão que é disparado simbolicamente todos os dias, ao meio-dia, do último andar. O barulho gerado pelo canhão Grič pode ser ouvido em toda a cidade. Graças ao canhão, a Torre Lotrščak é um dos símbolos mais reconhecidos de Zagreb.

Igreja branca com telhado colorido
Torre medieval alta

Cidade Baixa

A Cidade Baixa é o centro urbano da Zagreb contemporânea. Os primeiros edifícios apareceram já no século XVIII, mas a Cidade Baixa, como a conhecemos hoje, foi construída apenas no século XIX e na primeira metade do século XX. Ainda hoje, a maior parte da arquitetura da Cidade Baixa data deste período.

A área urbana da Cidade Baixa inclui uma série de parques verdes e belos palácios historicistas. O historicismo é um estilo de arquitetura que se inspira em recriar estilos históricos ou em imitar o trabalho de artesãos famosos. Ou seja, historicismo reproduz os estilos arquitetônicos anteriores. Por isso, na Cidade Baixa, existem exemplos de arquitetura neoclássica, neorromânica, neogótica, neorrenascentista e neobarroca.

Ferradura verde

O resultado mais notável do planejamento urbano do século XIX em Zagreb é uma série de sete praças e parques. Seguindo um após o outro, eles formam o desenho de uma ferradura e, por isso, o nome tão característico. A área é conhecida como Ferradura verde ou Ferradura de Lenuci – arquiteto responsável por esse projeto urbano; e possui vários palácios historicistas que abrigam museus, galerias, ministérios, faculdades e outras instituições importantes.

Começando pelo lado leste, temos o Parque Zrinjevac, Praça de Strossmayer e Praça do rei Tomislav. A parte sul é formada pela Estação Ferroviária Principal e pela área verde do Jardim Botânico, enquanto no lado oeste segue a Praça de Marulić, Praça de Mažuranić e a Praça da República.

Estatua de homem no cavalo com um parque verde no fundo

Praça da República

A Praça da República é a mais bonita de Zagreb. No meio da praça fica o magnífico edifício neobarroco do Teatro Nacional Croata. Estabelecido há mais de 120 anos, é o maior e o mais famoso teatro do país. O Teatro Nacional consiste em três conjuntos de arte – ópera, ballet e drama.

Outros edifícios na praça incluem a Reitoria da Universidade de Zagreb, o Museu de Artes e Artesanatos, a Academia de Música e a Academia de Artes Dramáticas. A fachada neorrenascentista do Museu de Artes e Artesanatos é considerada a mais bonita de Zagreb.

Parque Zrinjevac

O parque Zrinjevac é o parque mais central de Zagreb e o lugar favorito para muitos turistas e cidadãos de Zagreb. Seja para passear, assistir a um concerto, ou apenas sentar e relaxar na sombra depois de explorar a cidade. O parque está cheio de vida em qualquer época do ano. É um dos principais pontos do mercado de Natal, também conhecido como Advento em Zagreb. No verão, o parque se transforma em uma “praia verde”, onde as pessoas podem deitar em espreguiçadeiras e imaginar que estão na praia, sem sair da capital.

O predio histórico do teatro nacional em Zagreb
Pavilliao verde em parque

Novi Zagreb

Novi Zagreb (ou Nova Zagreb), como o nome indica, é (ou era) uma parte nova da cidade. Localizada no lado sul do rio Sava, o bairro de Novi Zagreb foi construído somente após a Segunda Guerra Mundial. Existem várias pontes sobre o rio Sava que conectam as margens norte e sul ou, seja, Zagreb e Novi Zagreb. As pontes mais conhecidas são Jadranski most (Ponte de Adriático), Savski most (Ponte de Sava), Željeznički most (Ponte Ferroviária), Most slobode (Ponte da Liberdade) e Most Mladosti (Ponte da Juventude).

A que mais se destaca é a Ponte Ferroviária, uma das pontes mais antigas sobre o rio Sava, construída em 1939. Também é conhecida como Ponte Verde ou Ponte do Hendrix, devido à sua distinta construção verde e ao grafite “Hendrix”, que reaparece após todas as reformas nas últimas décadas. Devido a isso, tornou-se um dos ícones urbanos da capital croata. Recentemente, a ponte foi atualizada com luzes coloridas que acendem toda vez que um trem passa.

Novi Zagreb também abriga o maior edifício residencial da Croácia e um dos maiores da Europa. O edifício foi construído em 1974 e desde então é conhecido como Mamutica (“Mamute”). O edifício contém 1.169 apartamentos que acomodam aproximadamente 5.000 pessoas. 

Outro local notável de Novi Zagreb é a Feira de Zagreb, uma das maiores nesta parte da Europa. Fundada em 1909, a feira foi transferida para o local em 1956. Durante os anos recebeu muitas exposições, feiras, convenções e shows em seus pavilhões. Uma das feiras mais visitadas é a feira dos livros, realizada todo mês de setembro.

Os pontos turísticos mais recentes de Novi Zagreb são o Museu de Arte Contemporânea e a Arena Zagreb, a maior arena esportiva da Croácia, junto com o shopping mais visitado da cidade.

Vista da trilha com arcadas a esquerda
Uma cúpula de metal verde
Mulher andando pela trilha em cemitério

Cemitério de Mirogoj

O Mirogoj é o maior e o mais bonito cemitério de Zagreb. Rodeado por uma paisagem verde, Mirogoj é também um parque encantador. Todos os que decidirem visitar o Mirogoj ficarão surpresos já na chegada. A entrada do cemitério é “guardada” por arcadas e muros monumentais de 500 metros de comprimento. As arcadas neorrenascentistas, projetadas por Herman Bollé, são um outro belo exemplo da arquitetura historicista em Zagreb.

O cemitério, estabelecido no século XIX, é um local de tolerância religiosa, pois cidadãos de todas as religiões estão enterrados ali. A segregação de sepulturas era, e ainda é, estritamente proibida. Portanto, muitos croatas famosos, independentemente de sua religião ou origem, estão sepultados em Mirogoj. O cemitério e o extenso parque ao redor, oferecem uma rede de trilhas para todos aqueles que buscam um refúgio da agitação da cidade.

Quando visitar Zagreb?

Zagreb é um destino perfeito para visitar em qualquer época do ano. Ao contrário da maioria das cidades costeiras que ficam agitadas e cheias de vida apenas durante o verão e completamente vazias durante o inverno, a capital croata sempre recebe os seus visitantes de braços abertos.

Imagem clipart de câmera

O que fazer em Zagreb

Museus em Zagreb

Zagreb é a cidade europeia com o maior número de museus e galerias per capita! Além de todos os museus tradicionais de arte e história, a capital croata tem uma quantidade significativa de museus temáticos interessantes e um tanto incomuns.

O que mais se destaca é o Museu das Relações Quebradas, situado na Cidade Alta. O museu foi fundado em 2010 por dois artistas croatas cuja história de amor acabou. Eles não sabiam o que fazer com todas as coisas que reuniram ao longo dos anos juntos e, assim, surgiu a ideia de um museu dedicado às coisas que se acumulam e que representam relações sem sucesso. A exposição contém objetos pessoais que ex-amantes de todo o mundo doaram ao museu. Cada objeto vem com uma breve descrição, e um pouquinho da história do relacionamento “quebrado” que ele representa. São histórias tristes, engraçadas, curiosas e inesquecíveis. É uma oportunidade única, então não perca a chance de visitar esse museu.

Outro lugar ótimo para visitar com crianças ou um grupo de amigos é o Museu das Ilusões. O museu oferece uma experiência divertida que vai aguçar todos os seus sentidos. Além de oferecer muita diversão, você também vai poder fazer fotos super bacanas e curiosas. As crianças também vão adorar o Backo Mini Express, um museu de modelos ferroviários. Com mais de 1.050 metros de trilhos e diferentes modelos de trens, é um dos maiores museus desse tipo na Europa.

O recém-aberto Museu do Chocolate é obrigatório para todos os amantes de chocolate. O Museu da Escola e o Museu dos anos 80 oferecem um recorte interessante da história. O Museu da Ressaca e o Museu da Tortura, enfim, falam por si.

Um lugar imperdível para todos os amantes da ciência é o Museu Técnico de Nikola Tesla. Os visitantes podem visitar a réplica do laboratório de Nikola Tesla, uma mina e um planetário. Os fãs de esportes são bem-vindos ao Museu Memorial de Dražen Petrović, dedicado ao maior jogador croata de basquete.

Para quem prefere arte clássica e uma abordagem mais tradicional da história, recomendamos visitar o Museu Mimara, os Arquivos do Estado, o Museu Arqueológico, o Museu da Cidade de Zagreb e o Museu de Arte Contemporânea.

Vista panorâmica da cidade

Parque Maksimir

O parque Maksimir é o “pulmão” de Zagreb. É o primeiro parque público do sudeste da Europa e um dos primeiros do mundo. O parque foi aberto ao público em 1794, oferecendo recreação e relaxamento para os moradores da capital. O parque, decorado no estilo inglês, estende-se em 316 hectares. Inclui inúmeras trilhas, uma floresta densa e cinco lagos. Entre outras atrações, Maksimir abriga um zoológico, estádio de futebol e vários cafés e restaurantes. O Zoológico de Zagreb, inaugurado em 1925, é o zoológico mais antigo desta parte da Europa. Rodeado por um belo parque e bosque, é um ótimo lugar para passar um dia extra em Zagreb, especialmente se você estiver viajando com crianças.

Lago Jarun

O lago Jarun, o parque ao redor do lago e a área esportiva, oferecem uma fuga do barulho e da multidão do centro da cidade. A área inclui trilhas para caminhada e ciclismo, e uma zona de lazer com equipamentos para treinar. O parque também oferece um local para churrasco e piquenique, além de muitos cafés, discotecas e restaurantes à beira do lago. Durante o verão, a ilha no lago abriga um dos melhores festivais da região – o INmusic. O festival ocorre todos os anos e oferece três dias da melhor música mundial!

Sljeme

A Montanha Medvednica, com o pico Sljeme, ao norte de Zagreb, é um destino ideal para férias ativas. A montanha sempre foi um dos locais preferidos dos cidadãos de Zagreb para fazer piquenique e longas caminhadas. No Sljeme há também uma pista de esqui, que abre durante os invernos e recebe, inclusive, uma das etapas da Copa do Mundo de Esqui – o Snow Queen Trophy, todos os anos.

O Sljeme é facilmente acessível de ônibus público a partir do centro da cidade. Uma vez lá, é uma curta caminhada até o topo. É uma maneira perfeita de passar um dia na natureza e ver Zagreb de um outro ângulo.

Mulher com mochila andando pelo parque
Lago Jarun ao pôr-do-sol
Pessoas esquiam na neve

Compras em Zagreb

O centro da cidade está repleto de lojas de presentes, lojas de artesanato, boutiques de designers locais, marcas de “street fashion” e muitos outros lugares que você pode visitar enquanto estiver explorando a cidade. De lembranças tradicionais a artigos luxuosos, cada um encontrará algo do seu gosto pelas ruas de Zagreb.

Lembranças típicas incluem o coração de mel (um símbolo de amor em forma de coração vermelho), a gravata (que é uma “invenção” croata), o guarda-chuva de Šestine (um guarda-chuva vermelho com riscas, usado como parte da roupa tradicional) ou paprenjak (um delicioso biscoito apimentado tradicional).

Para quem prefere comprar roupas e acessórios, existem várias lojas na Rua Ilica. Já os grandes shoppings estão localizados fora do centro da cidade, mas são facilmente acessíveis por qualquer tipo de transporte público. Um dos centros mais famosos de Zagreb é o Arena Centar, localizado próximo à arena esportiva de Novi Zagreb.

Advento em Zagreb

Se você decidir visitar Zagreb na época do Natal ou na véspera de Ano Novo, você não vai se arrepender! Embora visitar a Croácia no verão tenha suas vantagens, Zagreb ficou famosa ao ser eleita por alguns anos seguidos como o melhor mercado de Natal da Europa (votado pelos visitantes!).

Durante o último mês do ano, Zagreb transforma-se numa terra da fantasia. Com a grande pista de patinação no gelo e milhares de luzes, o Advento em Zagreb tornou-se um evento tradicional realizado em diversos locais no centro da cidade. O Advento oferece um programa cultural repleto de apresentações e concertos. É preciso ressaltar também toda a comida deliciosa que os visitantes podem experimentar – especialidades tradicionais de inverno, como salsichas tradicionais com chucrute, hambúrgueres gourmet ou comida internacional. Além de diversos pratos típicos deliciosos!

Praça principal decorada com luzes
Casinha branca de madeira que vende decoração do Natal
Placa de madeira com "inscrição Advento em Zagreb"
Casinhas de venda no parque

Tempo em Zagreb

Localizada na parte central da Croácia, Zagreb possui um clima continental ameno. Isso significa verões quentes e invernos frios com neve. A temperatura média do verão é de cerca de 30 graus. No inverno, por outro lado, a temperatura geralmente cai abaixo de zero.

Imagem clipart de carro

Como chegar a Zagreb

Zagreb é acessível de avião, trem, ônibus ou carro. Devido à sua localização, é facilmente acessível a partir de muitas outras capitais europeias, como Viena, Budapeste, Belgrado e Liubliana.

Tanto a estação ferroviária quanto a rodoviária estão localizadas no centro da cidade. Nos links a seguir, você encontrará os horários completos da Estação Rodoviária Principal de Zagreb e da Ferrovia Croata.

Como chegar a Zagreb de Split

Quando dirigir de Split para Zagreb, você precisará de aproximadamente 3 horas para chegar lá. Primeiro, siga as indicações para Zagreb/Rijeka/Sinj para chegar à estrada D8. Na rotatória, pegue a segunda saída para chegar à D1. Continue na D1 e pegue a autoestrada A1 em Dugopolje, em direção a Zagreb/Šibenik. Continue na A1/E71 para Zagreb. Pegue a saída em Lučko e fique à esquerda para seguir em frente pela Jadranska avenija. Continue seguindo as indicações para Zagreb Centar.

Como chegar a Zagreb de Liubliana

Ao dirigir de Liubliana, você precisará de aproximadamente 2 horas para chegar a Zagreb. O caminho pode levar mais tempo no verão, dependendo da situação na fronteira. Para sair do centro da cidade, siga as indicações para a autoestrada e Novo Mesto. Pegue a rodovia A2 e siga a estrada até chegar à fronteira (Obrežje/Bregana). Continue na autoestrada A3 e siga as instruções para chegar à saída 3 Zagreb-West. Em seguida, continue pela Jadranska avenija.

Como chegar a Zagreb de Belgrado

Você levará aproximadamente 4,5 horas para chegar a Zagreb a partir de Belgrado, dependendo da espera na fronteira. Primeiro,pegue a saída da cidade para E70/E75. Continue em frente na E70/A3 até chegar à fronteira Batrovci. Em seguida, continue na A3. Mantenha-se à direita em direção a Budapeste/Varaždin/Zagreb istok e continue em frente até a Slavonska avenija. Em seguida, siga as indicações na estrada para chegar ao centro da cidade.

Prédio da Estação Ferroviária Principal de Zagreb

Aeroporto de Zagreb

O Aeroporto de Zagreb (Franjo Tuđman) fica perto do centro da cidade, a aproximadamente 25 minutos de carro. Todas as informações sobre os voos e preços estão disponíveis no link.

O clipart de bilhete do ônibus

Transporte em Zagreb

O transporte público no centro de Zagreb é operado principalmente por trens elétricos, enquanto os ônibus circulam na área mais ampla da cidade. A maioria dos elétricos para na Estação Ferroviária Principal e na Praça Ban Jelačić. Os ônibus para o Novi Zagreb, Maksimir, Lago Jarun e cemitério Mirogoj partem da plataforma atrás da estação ferroviária. A programação detalhada dos horários você pode conferir aqui.

É possível comprar o bilhete nos bancas de jornal ou dentro do próprio veículo. O preço do bilhete depende da tarifa – 4kn/30min, 7kn/60min ou 10kn/90min, se for comprado nos quiosques. Ao comprar o bilhete com o motorista a tarifa é mais cara, 15 kunas. O ticket diário custa 30 kunas. Ao entrar no elétrico ou ônibus, o passageiro é obrigado a validar o bilhete. Máquinas para validar bilhetes estão instaladas próximas a primeira porta do veículo.

Outra maneira de locomover-se pela cidade é de táxi ou Uber. O aluguel de bicicletas também é possível e é uma ótima maneira de explorar a cidade, se você preferir um passeio ativo. Se, no entanto, você estiver sem forças depois de visitar todos os pontos turísticos, considere pegar o funicular que conecta a Cidade Alta e Baixa. O bilhete pode ser comprado no local e a viagem não dura mais de um minuto.

Trem elétrico azul
Vista da janela do funicular

Dica Marzito 

Se você planeja ficar em Zagreb por um período mais longo, considere comprar o Zagreb Card. O cartão inclui transporte público gratuito na cidade e muitos outros descontos. Mais informações estão disponíveis nesse link.

Imagem clipart de placa do hotel

Onde ficar em Zagreb

Hotel Esplanade ⭐⭐⭐⭐⭐

Hotel Esplanade é o hotel mais famoso e luxuoso de Zagreb, operando há quase 100 anos. O hotel foi inaugurado em 1925 para os passageiros do famoso Expresso Oriente. O hotel recebeu muitos convidados ilustres durante os anos. Orson Welles, Elisabeth Taylor, Maria Callas, Louis Armstrong, Ella Fitzgerald, David Beckham, U2, Paolo Coelho, e Cristiano Ronaldo são apenas alguns. O serviço neste hotel de 5 estrelas é altamente personalizado e tem tudo o que precisa para uma estadia perfeita. Nas dependências do hotel você ainda vai encontrar 2 restuarantes, o Bistro Esplanade e o restaurante Zinfandel. Ambos também são abertos para não-hospedes, mas é importante reservar com antecedência.

Hotel Palace ⭐⭐⭐⭐

Hotel Palace é outro hotel histórico localizado bem no centro da cidade. O hotel foi fundado em 1907 como o primeiro hotel oficial em Zagreb. Localizado próximo ao Parque Zrinjevac, na área da Cidade Baixa, este hotel tem uma localização perfeita para os hóspedes que chegam sem carro e querem explorar Zagreb a pé. Fica apenas a 5 minutos a pé da praça principal e da Cidade Alta. Além de um bar, restaurante e uma equipe super simpática, o Palace Hotel também oferece todos os tipos de serviços e comodidades que tornarão a sua estadia em Zagreb ainda mais agradável.

Hotel Park 45 ⭐⭐⭐⭐

Hotel Park 45 é um hotel recém-inaugurado, situado na Rua Ilica, a poucos minutos a pé da praça principal da cidade. É um hotel moderno que oferece uma estadia confortável e bons serviços. Este hotel de 4 estrelas também possui estacionamento onde você pode deixar seu veículo, por um custo adicional, se chegar a capital de carro. Os hóspedes podem escolher entre suítes, quartos duplos ou twin (superior, comfort ou standard). Todos os quartos são climatizados e estão equipados com TV, minibar e Wi-Fi.

Hotel Central ⭐⭐⭐

Hotel Central é um hotel de 3 estrelas, localizado no centro de Zagreb, em frente à Estação Ferroviária Principal. Devido à sua localização, é um ponto de partida perfeito para visitantes que planejam explorar Zagreb, bem como para quem fica apenas uma noite. O hotel fica apenas a 10 minutos a pé da praça principal e da Cidade Alta. Além disso, todos os ônibus e muitos trens elétricos param na Estação Ferroviária Principal, o que torna a locomoção por Zagreb saindo do hotel ainda mais fácil. O Hotel central é uma ótima pedida pra quem busca viagens mais em conta.

Imagem clipart de prato com carne

Onde comer em Zagreb

A cozinha croata é uma mistura de várias influências – mediterrânea, austro-húngara e até turca. Devido às influências históricas, cada região tem sua própria tradição culinária. Zagreb, localizada na parte central da Croácia, é influenciada principalmente pela culinária austro-húngara e tem muitas semelhanças com os países da Europa Central. Os pratos tradicionais incluem pratos de carne com batatas, carne picada, cogumelos, salsichas com repolho, ensopados de legumes e carne, peixes de rio, etc.

Se você estiver interessado em experimentar alguns dos melhores pratos típicos desta região, sugerimos visitar o Mercado Dolac, o lugar favorito para muitos cidadãos. Por lá você encontrará frutas e legumes frescos, da estação, frutas secas, doces, mel, peixe e carne fresca, queijo e outros produtos lácteos e muito mais. Um dos símbolos da culinária de Zagreb é o requeijão com creme de leite, por isso não perca a chance de experimentá-lo. É uma ótima alternativa para jantar.

Mercado ao ar livre
Jarras de doce na mesa
Frutas e legumas no banco em mercado

Outro prato típico é o štrukli (prato de massa, queijo, creme de leite e ovos), que se servem cozidos ou assados no forno. Há um restaurante em Zagreb que serve apenas štrukli, chamado La Štruk. O restaurante oferece štrukli tradicionais, bem como štrukli com pimenta ou trufas e, até, štrukli doce!

A Pivovara Medvedgrad oferece todas as iguarias tradicionais acompanhadas pela melhor cerveja local. Com quatro bares no centro da cidade sempre cheios, o Pivovara Medvedgrad garante pratos saborosos e uma boa cerveja.

Para aqueles que preferem comer em restaurantes, recomendamos Boban, Vinodol e Ribice i tri točkice, todos localizados na rua Nikola Tesla, ou próximos a ela.

Se você gosta de doces, não perca a chance de visitar as confeitarias de Zagreb. Um dos lugares mais populares é o Vincek, uma famosa doceria local com vários pontos em Zagreb, que serve sobremesas croatas tradicionais. Se você preferir uma abordagem mais moderna, visite Amelie, uma pequena doceria localizada perto da catedral, que serve o melhor bolo em Zagreb! Se você quiser levar algo para casa, visite a loja Kraš na rua Ilica, a loja de doces e chocolates tradicional mais amada da Croácia.

Imagem clipart de mapa e ponteiro

O que visitar perto de Zagreb

Castelo medieval

Karlovac

Se você tiver um dia a mais, considere visitar Karlovac, uma cidade encantadora localizada a apenas 40 km ao sul de Zagreb. Karlovac é a cidade dos parques e dos quatro rios. Os rios fluem pela cidade, o que é útil nos meses de verão, quando você pode nadar ou até fazer rafting. Além disso, você pode explorar a parte central da cidade, conhecida como estrela, construída no século XVI como uma fortaleza renascentista. Entre outras atrações, Karlovac abriga o Aquatika (um aquário de água doce) e o Museu da Guerra. Outra coisa favorável é que Karlovac fica no caminho para o Parque Nacional dos Lagos Plitvice, então pode ser uma opção super bacana – e mais em conta – pra quem pretende dormir e continuar viagem para o Parque Nacional ou para a costa, logo em seguida.

Parque Nacional dos Lagos Plitvice

Inevitável em qualquer itinerário, o Parque Nacional dos Lagos Plitvice é o parque nacional mais famoso da Croácia. Listado como Patrimônio Mundial da UNESCO, o parque é um lugar de beleza natural única. São 300 quilômetros quadrados de área protegida com 16 grandes lagos. Os lagos são todos interligados como se fossem os degraus de uma escada – eles correm de um para o outro ao longo de uma série de cachoeiras. A cachoeira mais alta tem quase 80 metros de altura e surpreende os visitantes de todo o mundo. Com todas as rotas possíveis e outros serviços que oferece, este parque nacional é uma ótima maneira de passar um dia na natureza.

Trilha de madeira sob o lago
Praça central de Samobor

Samobor

Trinta quilômetros a oeste de Zagreb fica a pitoresca cidade de Samobor – mais uma opção como passeio de um dia. Samobor é uma das cidades históricas mais bem preservadas da Croácia continental. A cidade é famosa pelo kremšnita, um delicioso bolo de creme de baunilha. A cidade atrai muitos visitantes durante todo o ano, mas principalmente em fevereiro, durante o carnaval, que é chamado na região de Fašnik. Os cidadãos de Samobor e seus convidados reúnem-se na praça principal, desfilando em fantasias e comendo bolo kremšnita. O espetáculo também inclui música ao vivo e outras apresentações.

Hrvatsko zagorje

Hrvatsko zagorje é uma região ao norte de Zagreb. A região possui o nome zagorje graças a sua posição geográfica. Zagorje fica atrás do Monte Medvednica e se traduz como “atrás das colinas”. É uma área verde e montanhosa, cheia de castelos medievais e rica em água termal. Além de spa resorts que oferecem relaxamento e diversão, na região também há vários museus que você pode visitar. Por exemplo, o Museu do Homem Neandertal em Krapina, com o maior sítio paleolítico da Europa. Ou a vila de Kumrovec, famosa por ser o local de nascimento de Josip Broz Tito. A vila representa um museu etnográfico ao ar livre que mostra como era a vida na região há muitos anos.

 

Colinas verdes
Castelo na colina com um lago ao redor

Varaždin

Varaždin é conhecida como uma cidade barroca, graças ao charmoso centro histórico ainda preservado. A cidade antiga de Varaždin abriga um castelo (transformado em museu) e várias outras mansões, que lembram os tempos em que essa encantadora cidade serviu como capital da Croácia. O evento mais popular realizado em Varaždin é o Špancirfest – um festival ao ar livre que enche o centro histórico de Varaždin de música ao vivo, feiras, apresentações de rua e muitos visitantes. Quando estiver em Varaždin, considere também visitar o Castelo Trakošćan. Trakošćan, que remonta ao século XIII, é o castelo croata mais famoso e bonito. Localizado no topo de uma colina, com um parque romântico e um lago em baixo, o castelo oferece uma pitada de aristocracia, e nos leva a uma viagem ao passado.

Passeios com a Marzito

A Marzito organiza passeios de um dia ou transfers privativos para Zagreb a partir de outras cidades.

Confira alguns dos nossos serviços e passeios de um dia aqui.

Para mais informações sobre passeios privativos, transfers e serviços, clique aqui.

Entre em contato para mais informações

Zagreb – Capital da Croacia was last modified: setembro 2nd, 2020 by Marilia Oliveira

Pin It on Pinterest